Biblioteca Virtual

Trabalhos, pesquisas e publicações científicas

Preparamos esta biblioteca virtual com o objetivo de ampliar a divulgação do conhecimento produzido no meio acadêmico sobre assuntos diversos relacionados ao território do Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul.

Aqui, você encontra excelentes trabalhos acadêmicos, pesquisas científicas e publicações especiais. Os documentos reúnem informações qualificadas elaboradas por especialistas em temas como geodiversidade, biodiversidade, antropologia, arqueologia, paleontologia, educação, história, cultura, povos e comunidades tradicionais, entre outros.

Boa leitura!

O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO RURAL E DE EXPERIÊNCIA EM MAMPITUBA/RS ATRAVÉS DA PROPOSTA DE ROTEIRO TURÍSTICO “CAMINHOS DO COSTÃOZINHO”.

O trabalho tem como objetivo propor um roteiro turístico para a Comunidade Costãozinho, em Mampituba (RS), apoiado nos segmentos de turismo rural na agricultura familiar e turismo de experiência a partir do levantamento dos atrativos em potencial da comunidade e dos equipamentos e serviços disponíveis aos turistas. Foi desenvolvido a partir de pesquisa bibliográfica sobre temas como roteirização turística, turismo rural, turismo rural da agricultura familiar e turismo de experiência, além de pesquisa aplicada e pesquisa de campo, baseado na abordagem qualitativa. A partir da pesquisa foram levantadas 13 propriedades com potencial para o turismo e que demonstraram interesse na atividade. Com isso, foram elaboradas duas propostas de roteiro turístico. Pode-se concluir que Mampituba apresenta viabilidade para desenvolver turismo rural da agricultura familiar e de experiência, podendo ser fortalecida através de um roteiro turístico, inclusive, futuramente, abrangendo as demais comunidades de Mampituba.

Palavras-chave: Turismo Rural na Agricultura Familiar; Turismo de Experiência; Roteiros Turísticos; Mampituba/RS.

PROPOSTA DE ELABORAÇÃO DE ROTEIRO TURÍSTICO PARA O MUNICÍPIO DE MAMPITUBA (RS).

A cidade de Mampituba está situada no litoral norte do estado do Rio Grande do Sul, no extremo norte Riograndense, a 220 quilômetros de Porto Alegre, capital do estado. O trabalho descreve o projeto Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul, que fica na região litorânea do Sul do país, constituindo parte do litoral norte do Rio Grande do Sul (RS) e do sul de Santa Catarina (SC), do qual, o Município de Mampituba faz parte. Apresenta conceitos de turismo rural, ecoturismo, de trilhas, rotas turísticas, atrativos turísticos e equipamentos turísticos, sendo que, foram organizados três (03) roteiros turísticos para serem ofertados aos turistas, sendo estes classificados pelas cores: verde, amarela e vermelha, conforme o grau de dificuldade de cada itinerário, sendo representado no mapa, destacando assim, os pontos turísticos da região, sua localização e as belezas naturais que oferecem. Assim, a presente pesquisa tem por objetivo elaborar um roteiro turístico com três itinerários, para o município de Mampituba RS, por meio de coleta de informações, pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo dos atrativos turísticos. Pode-se listar pontos turísticos da cidade e organizar roteiros turísticos, tanto, possibilitando que visitantes conheçam o Município, antes mesmo de visitá-lo e, escolher roteiros para conhecer a cidade, podendo aproveitar as grandezas naturais de Mampituba conforme o que mais lhe agradam.

Palavras-chave: Mampituba-RS. Roteiro Turístico. Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE UMA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO NO PARQUE ESTADUAL JOSÉ LUTZENBERGER

O presente trabalho trata-se de um estudo de caso, com o objetivo de analisar a satisfação do visitante do Parque Estadual José Lutzenberger, conhecido como Parque da Guarita, localizado em Torres, RS. Assim, objetivou-se caracterizar a demanda e identificar fatores determinantes para a satisfação das pessoas que frequentam o parque. O estudo foi proposto a partir do estágio curricular obrigatório do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo, realizado no Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul. Caracteriza-se como uma pesquisa quantitativa, com levantamento de dados por meio de questionário online e também presencial, formulado a partir do modelo de mensuração da qualidade dos equipamentos, serviços e atrativos turísticos denominado Tourqual. A análise dos resultados foi apresentada na forma de estatística descritiva e como principal resultado, destaca-se como indicativo positivo de qualidade a Beleza do Parque, em contrapartida, o indicador da segurança dos atrativos quanto a risco de acidentes merece maior atenção dos administradores do Parque Estadual José
Lutzenberger, bem como a identificação do perfil dos visitantes.

Palavras-chave: Turismo. Qualidade. Geoparque.

Proposta de Modelo de Gestão: um estudo de caso no Geoparque Aspirante Cânions do Sul

Este trabalho objetiva a proposição de um modelo de gestão para o Geoparque Aspirante Caminhos dos Cânions do Sul, o qual visa o desenvolvimento sustentável para os sete municípios que formam o Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul (no Estado do Rio Grande do Sul: Torres, Mampituba e Cambará do Sul e no Estado de Santa Catariana: Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande). A fundamentação teórica, realizada por meio de revisão bibliográfica, abordando: Turismo, Geoparque, Geoturismo, Gestão, Gestão para Resultados e Participativa e Modelo de Gestão, por estarem diretamente ligados ao
objeto de estudo. A metodologia caracterizou-se pela abordagem qualitativa e estudo de caso. A coleta e análise dos dados foram realizadas por meio de pesquisa bibliográfica e documental e pela observação participante com uso do diário de campo. O resultado obtido foi a proposição do modelo de gestão voltado para resultados mesclando-o com o modelo de gestão participativa, por entender que mesmo sendo uma instituição pública deve-se ter clareza dos objetivos que se busca atingir. Como considerações finais foram apresentadas as propostas de trabalhos futuros, como por exemplo, a aplicação da proposição do modelo e as limitações na elaboração do estudo.

Palavras-chave: Geoparque. Geoturismo. Gestão para Resultados. Gestão Participativa. Modelo de Gestão.

TRAVESSIA DAS ÁGUAS DO SUL: UMA PROPOSTA DE ROTEIRO DE CICLOTURISMO NO TERRITÓRIO DO PROJETO GEOPARQUE CAMINHOS DOS CÂNIONS DO SUL

Os Geoparques são uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e Cultura (UNESCO), com o intuito de promover valorização do patrimônio geológico mundial. Os roteiros integrados auxiliam a comercialização dos atrativos turísticos de uma localidade, assim como, complementam a oferta turística da região. O presente trabalho tem como objetivo a elaboração de dois itinerários de cicloturismo dentro do território do Projeto Geoparque Caminho dos Cânions do Sul (PGCCS), integrando os sete municípios envolvidos no projeto. A seguinte proposta de cicloturismo denominada: Travessias das Águas da Sul, está dividida em dois itinerários: Itinerário 01 (Azul) e Itinerário 02 (Verde), com nove atrativos turísticos naturais relacionados com a hidrografia da região, entre eles estão: cachoeiras, cascatas, poços e praias. Entende-se que a elaboração de roteiros turísticos integrados auxiliam no desenvolvimento turístico de uma determinada região, promovendo futuramente, o desenvolvimento do PGCCS como um destino turístico consolidado.

Palavras-chave: Roteiro turístico. Cicloturismo. Projeto Geoparque Caminho dos Cânions do Sul

Morphological and petrographic patterns of the pahoehoe and ´a´ā flows of the Serra Geral Formation in the Torres Syncline (Rio Grande do Sul state, Brazil)

Morfologia e padrões petrográficos dos derrames pahoehoe e´a´ā da Formação Serra Geral na Sinclinal de Torres (Rio Grande do Sul). A Formação Serra Geral na Sinclinal Torres, no Rio Grande do Sul, pode ser dividida em uma calha principal, uma zona intermediária e uma ombreira ao Sul. As primeiras manifestações vulcânicas nesta sinclinal marcam condições de taxas de efusão baixas (< 5 m3/s), com as lavas do tipo pahoehoe espessas (ponded) ocupando espaços interdunas da Formação Botucatu. O segundo episódio vulcânico é constituído por derrames tabulares que atingem 3 m de espessura em casos excepcionais, com taxas de fusão semelhantes às primeiras manifestações. O terceiro gerou morfologia do tipo ´a´ā, que pode ser atribuído a um aumento nas taxas de efusão, dadas as semelhanças químicas desses com as morfologias pahoehoe. As lavas ´a´ā são constituídas por plagioclásio e piroxênio, sendo geralmente afaníticas ou afíricas, sendo comum também texturas intersetal e glomeroporfirítica, acompanhadas de grande densidade populacional de micrólitos de plagioclásio na matriz (<< 0,1 mm em diâmetro). Os lobos e derrames pahoehoe possuem texturas glomeroporfirítica e diktitaxítica, indicativas de um alto conteúdo de voláteis nos magmas, sendo comparativamente mais granulares. A densidade populacional de micrólitos de plagioclásio na matriz é menor do que as das lavas ´a´ā. O maior conteúdo de micrólitos nestas últimas é atribuído ao subresfriamento, à desvolatização e à taxa de erupção. Correlações estratigráficas regionais entre derrames da Formação Serra Geral devem considerar o tipo morfológico dos das lavas, pois o tipo ´a´ā, ao contrário das pahoehoe, não atinge grandes distâncias da fonte. Palavras-chave: lavas ´a´ā; Sinclinal de Torres; Província Panará-Etendeka; lavas pahoehoe

The northernmost haulout site of South American sea lions and fur seals in the western South Atlantic

We present estimates of the seasonal and spatial occupation by pinnipeds of the Wildlife Refuge of Ilha dos Lobos (WRIL), based on aerial photographic censuses. Twenty aerial photographic censuses were analysed between July 2010 and November 2018. To assess monthly diferences in the numbers of pinnipeds in the WRIL we used a Generalized Linear Mixed Model. Spatial analysis was carried out using Kernel density analysis of the pinnipeds on a grid plotted along the WRIL. Subadult male South American sea lions (Otaria favescens) were the most abundant pinniped in the WRIL. Potential females of this species were also recorded during half of the census. The maximum number of pinnipeds observed in the WRIL was 304 in September 2018, including an unexpected individual southern elephant seal (Mirounga leonina), and a high number of South American fur seal yearlings (Arctocephalus australis). However, there was no statistically signifcant diference in counts between months. In all months analysed, pinnipeds were most often found concentrated in the northern portion of the island, with the highest abundances reported in September. This study confrms the importance of the WRIL as a haulout site for pinnipeds in Brazil, recommends that land research and recreational activities occur in months when no pinnipeds are present, and encourages a regulated marine mammal-based tourism during winter and spring months.

Avaliação da paisagem costeira em Praias Urbanas: Torres, Rio Grande do Sul, Brasil

A Zona Costeira (ZC) brasileira é reconhecida como Patrimônio Nacional pela Constituição Federal, devido a sua biodiversidade e beleza paisagística. A falta de planejamento resulta na ocupação inadequada do solo ameaçando à integridade dos ambientes costeiros e marinhos. Neste contexto, o reconhecimento das características da região costeira e marinha adjacente é fundamental para o planejamento adequado da ZC. A presente pesquisa objetivou avaliar o cenário costeiro do município de Torres, Litoral Norte do Estado do Rio Grande do Sul, sul do Brasil. As praias de Torres recebem um grande público na temporada de verão (dezembro a março) e devido a isso foi realizada, em janeiro de 2014, a avaliação da qualidade paisagística das mesmas. O método utilizado foi o Sistema de Avaliação de Cenário Costeiro proposto por Ergin et al. (2004, 2006, 2011), que consiste na avaliação de 26 parâmetros, tanto naturais quanto antrópicos, com resultados incorporados em 5 classes, sendo a classe 1 a de maior atratividade paisagística e a 5 de menor atratividade.

Palavras-chave: gestão costeira; paisagem litorânea; qualidade paisagística.

Gestão Integrada de Unidade de Conservação Costeira – Parque Estadual de Itapeva, Torres-RS, Brasil

O Sistema Nacional de Unidades de Conservação foi criado para conservar ambientes frágeis e que necessitam de proteção no território Brasileiro. O município de Torres, localizado no litoral norte do Rio Grande do Sul, possui praias com atratividade cênica singular no sul do país, pelas suas características físicas naturais e cinco áreas protegidas. O Parque Estadual de Itapeva (PEVA), onde se desenvolveu esse estudo, foi criado em 2002 a fim de proteger o campo de dunas, banhados e a mata nativa da zona costeira do estado.

Palavras-chave: Dunas costeiras, Gestão integrada, Unidade de conservação

FEIÇÕES DE INTERAÇÃO VULCANO-SEDIMENTARES: EXEMPLOS NA BACIA DO PARANÁ (RS)

A Sequência Juro-Cretácea da Bacia do Paraná composta por arenitos eólicos da Formação Botucatu sobrepostos por derrames vulcânicos da Formação Serra |Geral, possui feições de interação vulcano-sedimentares na interface entre essas duas unidades. O intenso magmatismo de caráter básico e, secundariamente ácido, recobriu um imenso campo de dunas eólicas e permitiu
a origem de diversas estruturas vulcano-sedimentares. Em afloramentos da borda atual da Bacia do Paraná, no estado do Rio Grande do Sul, observa-se uma variedade de feições de interação entre sedimentos consolidados ou inconsolidados, saturados ou não em água, com derrames de composição basáltica ou dacítica. As feições vulcano-sedimentares, encontradas na base e topo dos derrames, ocorrem de diferentes formas devido a temperatura das rochas vulcânicas e tipo de sedimento. Estas feições podem ser categorizadas de acordo com seu processo de formação em duas maneiras distintas: interação com o derrame ainda fluido, com temperatura elevada e parcialmente cristalizado, onde a presença de água ou umidade sobre os sedimentos facilita a interação; e interação a partir de processos posteriores tais como, erosão e intemperismo com o derrame já consolidado. As feições vulcano-sedimentares compreendem: estrias de fluxo, brechas, diques de arenito, fraturas com arenitos e geodos.

Palavras-chave: Interação, Feições vulcano-sedimentares, Bacia do Paraná.

Trabalhos, pesquisas e publicações