Estudantes de Morro Grande comemoram o Dia da Terra com diversão e conhecimentos

Em comemoração ao Dia da Terra, 22 de abril, a Unesc levou informação aos estudantes do ensino infantil de Morro Grande. A equipe do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), com o projeto “Arqueologia Pública no Extremo Sul Catarinense: Patrimônio arqueológico e a história e cultura Guarani nas séries iniciais”, visitou escolas da região para compartilhar conhecimentos sobre a ocupação indígena região Sul catarinense e o patrimônio arqueológico encontrado no local.

Nesta quarta-feira (24/4), as atividades foram realizadas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Prefeito Dário Crepaldi, na Escola de Educação Básica Ana Machado Dal Toé e no Centro de Educação Infantil Pernalonga. Já na quinta-feira (25/4), a troca de conhecimentos foi promovida no Centro de Educação Infantil Nossa Senhora da Salete e novamente na Escola de Educação Básica Ana Machado Dal Toé. Os eventos foram organizados pela Secretaria de Educação do Município.

O coordenador do Lapis, professor doutor Juliano Bitencourt Campos, conta que nos dois dias foram realizadas apresentações expositivas para os alunos se familiarizarem com as culturas pré-históricas e históricas que habitavam a região, além de conversas sobre o trabalho do arqueólogo em campo.

Após o diálogo, os alunos participaram de atividades práticas e lúdicas em oficinas temáticas, como confecção de réplicas em cerâmica, de arte rupestre e escavação arqueológica. “Através da alfabetização cultural, o projeto busca transformar e aprimorar as formas de conhecer a ocupação humana na região. O resultado contribui para que a comunidade escolar se aproxime dos saberes culturais, fomentando a criação de agentes de preservação e valorização do patrimônio”, destaca Campos.

As atividades realizadas na escola fazem parte de um processo de ações em prol da educação patrimonial, desenvolvido na região há anos pelo Laboratório vinculado ao PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais).

“As iniciativas reforçam a missão institucional da Unesc, que, por meio do ensino, pesquisa e extensão, promove a qualidade de vida e a sustentabilidade do ambiente. Com as ações, as crianças vivenciam na prática os hábitos culturais dos grupos indígenas pré-históricos e históricos e acabam descobrindo um passado que se estrutura através da cultura material e arqueológica, pesquisados pela equipe do Laboratório”, explica o professor.

As atividades do Lapis são realizadas com a aprovação do Edital Nº 200/2018, vinculado a Proacad (Pró-Reitoria Acadêmica); a Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias; e ao Programa Institucional de Projetos de Extensão. As atividades são conduzidas por Campos, com atuação das estudantes de Geografia e bolsistas pesquisadoras, Eloisa de Figueredo e Francine Lunardi Calegari, e da mestranda do PPGCA, Caroline Zocche.

Leonardo Ferreira – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

25 de abril de 2019 às 18:25

  • Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Alunos em atividade voltada ao dia da terra